Por admin | 24/06/2024

7 dicas para aproveitar as comidas típicas da Festa Junina de forma mais saudável

Professora de Nutrição da Universidade Veiga de Almeida ensina como degustar os pratos mais populares do mês de junho com moderação

A chegada do mês de junho é um pretexto para muitos admiradores de festa junina se programarem para acompanhar a vasta agenda de celebrações. Entre danças, brincadeiras e música, comidas típicas como milho, pipoca, canjica e os mais diversos caldos são considerados os clássicos da festa. Mas será que conseguimos aproveitar esse período de forma saudável?

 

Patrícia Souza, professora do curso de nutrição da Universidade Veiga de Almeida (UVA), explica que, neste período, a alimentação pode – e deve – ser saudável, mas que, para isso, é necessário fazer escolhas e conhecer suas limitações. “Pessoas diabéticas devem ficar longe de alimentos ricos em açúcar e hipertensos devem ter cuidado com o excesso de sal”, alerta.

 

A especialista também explica que, quanto mais simples for a receita do alimento, ou seja, menos produtos ela utilizar, mais saudável ela se torna. A substituição de açúcar refinado por açúcar mascavo nas receitas, avalia Patrícia, também pode ser uma alternativa. “Açúcar é açúcar, mas a troca de refinado por mascavo é uma boa opção. No entanto, mais importante do que trocar o açúcar é diminuir a quantidade de açúcar”, diz.

 

Confira sete dicas da professora de Nutrição da UVA:

 

1 – Milho verde: “Apesar de conter muitas calorias, o milho é um alimento que contém muita fibra. Portanto, pode, sim, ser consumido, mas é importante evitar colocar manteiga e passar na água com sal, porque o excesso de sal faz mal à saúde. Das receitas que contém milho, o curau é uma boa opção, por ser a mais simples de todas. Possui menos ingredientes e menos calorias”.

 

2 – Pipoca: “As pipocas de micro-ondas nunca são uma boa opção por conter aditivos químicos. É melhor optar sempre pela pipoca feita com milho natural”.

 

3 – Caldos: “Pode consumir sem problema nenhum, mas em quantidades adequadas. Caldo verde, por exemplo, é mais calórico por conta da batata. Uma sugestão é optar pelos caldos que têm menos ingrediente e poucos embutidos – nada de paio, linguiça, bacon, costelinha etc.”.

 

4 – Bolos: “Evite bolos com recheio porque são sempre mais calóricos”.

 

5 – Canjica: “É importante não exagerar. Reduzir a quantidade é recomendado e nunca ultrapasse uma concha para um adulto, meia concha para crianças e, se possível, escolha uma receita fit. O leite condensado possui leite e uma quantidade maior de açúcar do que o necessário, o que é prejudicial principalmente para pacientes diabéticos. A melhor opção é utilizar cada vez menos esse produto”.

 

6 – Cachorro-quente e salsichão: “Produtos como a salsicha geralmente possuem carne mecanicamente separada (CMS). São feitos a partir de aparas de carnes. A legislação brasileira aceita que os produtos tenham até 60% de CMS nesse alimento, além de corantes, conservantes e aromatizantes, o que faz deles alimentos que não são bons para consumo. Se possível, é melhor sempre evitar”.

 

7 – Bebidas: “As bebidas alcoólicas e refrigerantes aumentam o valor calórico. O refrigerante é adoçado, portanto não é recomendado. Seria interessante substituir sempre por água, bebida que precisamos consumir no mínimo 2 litros por dia”.

 

 

Receitas da professora Patrícia Souza

 

A professora Patrícia Souza também compartilhou duas receitas para tornar a celebração mais fit: pipoca e canjica mais saudáveis. Veja abaixo:

 

Receita de canjica

 

Ingredientes:

500 g de canjica

2 litros de água filtrada

1 xícaras de chá de leite desnatado

1 vidro de leite de coco light

Adoçante

 

Modo de preparo:

Antes de cozinhar o milho na panela de pressão, é preciso deixá-lo de molho por 24 horas. Essa etapa é fundamental para agilizar o cozimento do grão e evitar que a canjica fique dura.

No dia seguinte, transfira o milho para uma panela de pressão e cubra com bastante água. O cozimento dura em torno de 40 a 50 minutos, tempo suficiente para o grão ficar macio.

Enquanto o milho cozinha na panela de pressão, misture o leite de coco e o leite desnatado e deixe ferver por 5 minutos. Quando a mistura estiver homogênea, despeje no milho cozido e mexa até o caldo da canjica ficar bem cremoso.
Quando a canjica atingir uma consistência bem cremosa, retire do fogo e adicione o adoçante. Para finalizar, polvilhe canela em pó para deixar a receita ainda mais gostosa.

 

Pipoca no micro-ondas

 

Ingredientes:

4 colheres de sopa de milho para pipoca

4 colheres de sopa de água

 

Modo de preparo:

Separe uma vasilha de vidro alta e que possa ir ao micro-ondas.

Coloque o milho e a água na vasilha e misture bem.

Coloque uma tampa plástica própria para micro-ondas sobre a vasilha. Você também pode cobrir a vasilha de vidro com filme de PVC e fazer uns 4 furos pequenos no filme de PVC, usando uma faca, antes de levar ao micro-ondas. Programe o aparelho para 4-5 minutos em potência máxima, lembrando que o tempo de cozimento pode variar.

Voltar para notícias

Notícias

Featured image

01/07/2024

Cidade do Rio de Janeiro concentra 63% dos eletropostos do estado

Ver notícia completa
Featured image

27/06/2024

Saiba como agir em casos de queimaduras

Ver notícia completa
Featured image

24/06/2024

7 dicas para aproveitar as comidas típicas da Festa Junina de forma mais saudável

Ver notícia completa
Featured image

20/06/2024

Alunos de Letras participam de evento de associação de professores

Ver notícia completa
 Ver todas as notícias

cursos que
podem interessar

X

X

Oi, como posso te ajudar?

ESCOLHA UMA DESTAS OPÇÕES E FALE COM A GENTE:

WhatsApp
Nosso chat
(21) 2574 8888
hubspot controller