Por admin | 29/01/2024

Entenda como o design de interiores pode melhorar o bem-estar no home-office

Coordenadora do curso dá algumas dicas

O período de pós pandemia cristalizou a ideia do bem-estar físico e mental junto ao home-office, que se tornou uma opção viável de trabalho. Com a necessidade de criar e organizar um espaço próprio para o trabalho, os profissionais de design de interiores ganharam mais destaque: “A profissão estuda ergonomia, o impacto das cores e a iluminação, entrou outros, o que nos faz propor um espaço estético, e funcional”, explica Nara Iwata, coordenadora do curso de Design de Interiores da Universidade Veiga de Almeida (UVA). A procura pelos profissionais da área cresceu cerca de 80% durante e após o período de pandemia, segundo levantamento da Archademy, startup brasileira que oferece soluções para arquitetos.

 

A organização do ambiente de trabalho impacta diretamente a produtividade e o desempenho, como por exemplo as variáveis barulho e baixa luminosidade que geram cansaço visual e estresse mental. Um dos fatores que são desenvolvidos pelos designers é uma boa iluminação, já que a intensidade da luz afeta o bem-estar das pessoas, “A partir do meio-dia, a luz do sol que está fria causa um aceleramento no metabolismo, então esse é o momento de maior auto produtividade, que traz uma maior atenção”, ressalta Nara, que ainda acrescenta que o ideal é ter uma iluminação mais natural, um meio termo entre as luzes branca (fria) e amarela (quente). “Quando chega o pôr do sol, nosso organismo entende que é hora de relaxar e desacelerar, é algo biológico e natural, então uma luz mais quente faz diminuir o metabolismo trazendo o relaxamento”, destaca.

 

A palheta de cor também pode auxiliar nas sensações de bem-estar do indivíduo, tal como: cores frias e neutras trazem sensações relaxantes e tranquilizantes, que são opostas das cores quentes que são indicadas para lugares onde se quer viabilizar a criatividade. Um ambiente com cores extremamente frias pode intensificar a sensação de relaxamento e causar sonolência, enquanto um espaço com cores muito quentes pode causar cansaço mental. “O ideal é sempre intercalar as cores, tendo bege com amarelo ou cinza com marrom, que são neutras, mas que trazem um toque das cores quentes”, sugere a docente.

 

A coordenadora traz algumas dicas de como ter um espaço home-office confortável com baixo investimento: “Uma forma de atenuar o ambiente é utilizar porta-retratos e colocar fotos de família, livros e plantas, que trazem aspecto natural ao cômodo. E se tiver a possibilidade, compre uma cadeira ergonômica”, finaliza.

 

Por Morgana Beatriz de Souza, estagiária da Comunicação Institucional

Voltar para notícias

Notícias

Featured image

05/02/2024

Veja dicas de como cair na folia com segurança

Ver notícia completa
Featured image

01/02/2024

Como a inteligência artificial está influenciando o mercado de trabalho

Ver notícia completa
Featured image

29/01/2024

Entenda como o design de interiores pode melhorar o bem-estar no home-office

Ver notícia completa
Featured image

25/01/2024

UVA promove workshops sobre impacto positivo da IA nas carreiras

Ver notícia completa
 Ver todas as notícias

cursos que
podem interessar

X

X

Oi, como posso te ajudar?

ESCOLHA UMA DESTAS OPÇÕES E FALE COM A GENTE:

WhatsApp
Nosso chat
(21) 2574 8888
hubspot controller