Qual é a importância em desenvolver inteligência emocional para sua carreira?

  • carreira
  • desenvolvimento
  • inteligência emocional

Desenvolver a inteligência emocional consiste em conhecer melhor as próprias emoções, para gerenciá-las de maneira mais saudável. Esse conceito vem da Psicologia e se popularizou recentemente no meio corporativo, por sua importância para os indivíduos e também para a coletividade.
 
Nesse sentido, lidar bem com os próprios sentimentos e, por consequência, ter ações mais refletidas e ponderadas ajuda a encarar melhor os pequenos desafios cotidianos.
 
Na carreira, isso é fundamental para construir melhores relações com as pessoas e para tomar decisões mais racionais. Essas habilidades profissionais são valiosas para se manter bem mesmo diante de adversidades.
 
A inteligência emocional pode ser desenvolvida, o que ajuda você a se tornar uma pessoa mais bem-sucedida e realizada. Quer saber como? Continue a leitura para conferir.
 

OBSERVAR O PRÓPRIO COMPORTAMENTO

O primeiro passo para elevar a sua inteligência emocional é se conhecer melhor. Isso envolve a observação dos próprios padrões de comportamento e quais são as emoções que fazem parte deles. Essa é a fonte da transformação, pois é por meio do autoconhecimento que se torna possível identificar o que precisa ser melhorado.
 
Uma vez que o conceito se refere ao gerenciamento das emoções, antes é preciso reconhecê-las. Portanto, procure perceber quais são os sentimentos que movem suas ações e identificar quais deles não trazem respostas positivas para si ou para o coletivo.
 

APRENDER A DOMINAR AS PRÓPRIAS EMOÇÕES

Quando se tem autoconhecimento, fica mais fácil também ter o domínio sobre as emoções. Isso não significa nunca ter raiva, tristeza, decepção, medo ou outros sentimentos negativos, mas não deixar que eles dominem as suas ações. Por outro lado, também não se trata de reprimir o que se sente, e sim de conseguir canalizar isso de maneira positiva.
 
É importante destacar que esse processo é gradual, não acontece de um dia para o outro. São habilidades que precisam ser praticadas diariamente, até que se tornem naturais. Uma dica para isso é não agir no foco de tensão. Quando alguma situação for desafiadora, pare, respire, tome algum tempo para refletir e só depois parta para a ação.
 

TRABALHAR AS EMOÇÕES NEGATIVAS

A partir do autoconhecimento e do autocontrole, é possível evitar situações de explosão e lidar melhor com os conflitos. Porém, as emoções negativas precisam ser trabalhadas para que elas ajudem no seu crescimento. Adversidades e sentimentos ruins são inevitáveis, no entanto, é preciso encontrar maneiras mais saudáveis de superá-los.
 
Nesse sentido, é preciso reconhecer essas emoções e encontrar caminhos para transformá-las. Esse processo é muito individual e, se preciso, você pode contar com acompanhamento psicológico.
 
Em situações desafiadoras, busque avaliar os problemas racionalmente, sem tomá-los como pessoais. Similarmente, você pode contar com livros para carreira profissional que ajudam a gerenciar o trabalho de maneira mais positiva, em prol do seu crescimento.
 

LIDAR COM ESTRESSE E ANSIEDADE

Uma das características do meio profissional e que também é uma projeção para o futuro do trabalho é a rapidez com que as mudanças acontecem. Como consequência, é preciso lidar com pressões e cobranças. Para se sair bem nesse cenário, é importante desenvolver inteligência emocional e encarar essas situações com maior tranquilidade.
 
Assim, é preciso buscar o equilíbrio entre os aspectos pessoais e profissionais. Um caminho é hierarquizar os afazeres, sempre tendo em mente quais são os mais urgentes e prioritários, bem como aqueles que podem esperar um pouco mais. De maneira calma e inteligente, é possível organizar a rotina para que ela fique menos estressante.
 
Nos momentos em que o trabalho exigir muito e gerar ansiedade, faça uma pequena pausa para se acalmar e tomar decisões mais racionais. Ações baseadas no estresse e na ansiedade têm chances de acarretarem resultados indesejados, por isso, alguns minutos podem ser decisivos para comportamentos mais certeiros.
 

PENSAR ANTES DE RESPONDER OU REAGIR

O desenvolvimento da inteligência emocional ajuda a expressar as necessidades e sentimentos, porém, de maneira consciente e refletida. Nesse sentido, é válido destacar a diferença entre resposta e reação. A reação é automática, impensada e tem grandes chances de causar arrependimento. Por outro lado, a resposta é dada de forma ponderada e intencional.
 
Por isso, é importante reforçar a necessidade de manter a calma diante de situações desafiadoras. O silêncio, em alguns momentos, é muito positivo, pois ele permite amadurecer os pensamentos antes de tomar alguma decisão. Tenha em mente que ninguém precisa ter soluções imediatas o tempo todo e que a pausa também é proativa.
 

DESENVOLVER A EMPATIA

O cuidado de si é essencial para uma carreira de sucesso, porém, é preciso considerar que o trabalho sempre acontece na coletividade, portanto, as outras pessoas também fazem parte da inteligência emocional. Ao reconhecer o próprio potencial, bem como os seus limites, fica mais fácil olhar o outro com maior generosidade também.
 
Assim, desenvolver a empatia favorece relações mais saudáveis, além de ajudar a lidar melhor com as dificuldades. Com isso, é possível entender as necessidades e os sentimentos daqueles com quem se convive, o que estimula a colaboração. No meio corporativo, isso é essencial, especialmente para cargos de liderança.
 

IDENTIFICAR PONTOS A SEREM DESENVOLVIDOS

Após vivenciar o processo de desenvolvimento da inteligência emocional, é comum perceber que algumas práticas são mais desafiadoras. Isso envolve as características pessoais, o contexto de trabalho e as próprias expectativas. Porém, por meio do autoconhecimento, fica mais fácil perceber quais são os pontos a serem trabalhados.
 
Nesse sentido, é importante ter a humildade para perceber as falhas, assim como os caminhos para superá-las. Dessa maneira, a evolução pessoal passa a ser constante, o que se reflete também no sucesso profissional.
 
Portanto, desenvolver a inteligência emocional é essencial para quem deseja evoluir na carreira mantendo a mente tranquila. Trata-se de uma evolução progressiva, por isso, é preciso ter paciência e perseverança para que as práticas se tornem hábitos. A recomendação é tentar colocar gradualmente as dicas deste artigo em prática e começar a ver as mudanças.
 
Para construir uma carreira de sucesso você pode contar com a UVA. Oferecemos diversas opções de cursos, com metodologias inovadoras para você desenvolver as habilidades que o mercado espera. Entre em contato e saiba mais.