Graduação Presencial ou Semipresencial? Quais são as diferenças entre elas?

Com o crescimento das estratégias de ensino a distância, surgem novas possibilidades de adquirir um título acadêmico que precisam ser conhecidas. Nesse sentido, além do EAD, é possível também contar com a graduação presencial ou semipresencial. A combinação entre as modalidades é uma alternativa para quem deseja aprofundar os estudos e aproveitar os benefícios de ambas. Para saber qual a melhor opção para o seu caso, é necessário identificar as particularidades de cada um desses modelos.
Neste post, ajudaremos você a avaliar qual o tipo de graduação mais atende às suas necessidades e expectativas. Reunimos as principais informações a respeito dos cursos presenciais e semipresenciais. Confira nas próximas linhas.

COMO É A GRADUAÇÃO PRESENCIAL?

Uma graduação presencial tem foco basicamente nas experiências dentro da universidade, em sala de aula, em laboratórios ou em outros espaços educativos nas dependências da instituição.
É uma modalidade que favorece a interação entre estudantes e professores, além de permitir o acompanhamento docente das atividades. Com esse momento em grupo, muitas vezes as dúvidas levantadas pelos colegas podem ajudar na própria compreensão, o que beneficia a aprendizagem.
Outra característica importante é a possibilidade de acessar os materiais da instituição, como biblioteca e outros aportes pedagógicos. Apesar de ser baseado nos momentos em sala de aula, também pressupõe a complementação dos estudos em casa.

COMO É A GRADUAÇÃO SEMIPRESENCIAL?

Na graduação semipresencial, são conciliadas as características da educação à distância com recursos do ensino presencial. Essa modalidade também é conhecida como ensino híbrido e está se popularizando por oferecer vantagens aos estudantes. Com a pandemia do novo coronavírus, modelos como a graduação virtualizada ganharam ainda força.
Um curso é considerado semipresencial quando conta com no mínimo 20% da carga horária ministrada à distância. Nesse caso, os estudantes têm acesso ao conteúdo das aulas virtualmente e precisam cumprir uma carga horária de atividades remotas. Porém, ainda existem encontros periódicos, que permitem a troca de ideias entre colegas e o contato com os professores.
Além dos momentos presenciais, as interações também podem acontecer por meio de fóruns e outros espaços para compartilhamento de conteúdos online. Todo o processo conta com o suporte de docentes.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DA GRADUAÇÃO PRESENCIAL?

Confira as principais vantagens e desvantagens dessa modalidade de curso e avalie se ela é interessante para o seu caso.

VANTAGENS DA GRADUAÇÃO PRESENCIAL

Como já mencionamos, o contato com colegas e professores, bem como o acesso aos materiais da instituição, são vantagens importantes da graduação presencial. Também se tem uma rotina de estudos mais definida e a possibilidade de tirar dúvidas pequenas no cotidiano.
Dessa maneira, essa modalidade oferece um incentivo para manter o foco e a disciplina. Também é uma boa escolha para quem quer fortalecer os laços de amizade com os colegas, pois a convivência é mais intensa. Para alguns cursos, essa é a única possibilidade.

DESVANTAGENS DA GRADUAÇÃO PRESENCIAL

As mensalidades desse formato de graduação tendem a ser mais caras. Somado a isso, gastos extras com transporte e alimentação no local podem elevar ainda mais os custos. Essas características dificultam a adesão a essa modalidade por quem mora longe do campus.
Os horários determinados são complicados para pessoas que precisam de uma rotina mais flexível. Similarmente, a presença nas aulas é cobrada e pode levar à reprovação nas matérias.

QUAIS AS VANTAGENS E DESVANTAGENS DA GRADUAÇÃO SEMIPRESENCIAL?

Como a graduação semipresencial ainda é uma novidade, é comum ter mais dúvidas sobre ela. Confira algumas das vantagens e desvantagens a serem consideradas.

VANTAGENS DA GRADUAÇÃO SEMIPRESENCIAL

O preço é um dos atrativos desse tipo de curso. Como as dependências da universidade não são usadas de forma tão frequente e o contato com os professores é menor, o valor tende a ser mais baixo. Da mesma forma, não se tem os gastos com deslocamento e lanches fora de casa. Com isso, fica mais fácil fazer uma graduação em outra cidade.
Também é uma ótima alternativa para quem tem uma rotina mais irregular, que precisa conciliar os estudos com outras atividades, como trabalho, viagens frequentes, cuidado com os filhos etc.
Em relação ao EAD, o semipresencial oferece a vantagem de ainda se ter um convívio com os colegas e experiências in loco. Dessa forma, para algumas pessoas, é possível aprender de maneira até mais aprofundada os temas estudados, desde que haja bastante disciplina e dedicação aos estudos.

DESVANTAGENS DA GRADUAÇÃO SEMIPRESENCIAL

A flexibilidade de horários pode significar uma vantagem para encaixar os estudos na rotina, mas também é uma brecha para a procrastinação. O aluno é quem cria o próprio ritmo de estudos, por isso, precisa de bastante regularidade e controle para que o aprendizado não se perca.
Ao contrário do que se pode acreditar, um curso semipresencial é tão sério e consistente quanto o presencial. Portanto, é preciso estudar com afinco. As distrações tendem ser mais frequentes e é preciso desenvolver técnicas mais eficientes de estudo.
Outro impasse que pode surgir é a construção de um ambiente adequado. Nem sempre é possível ter um espaço tranquilo e sem interrupções para se dedicar às atividades acadêmicas, o que compromete o desempenho.
Para algumas pessoas, a falta de convivência com os colegas representa um problema. Há quem se sinta solitário estudando a maior parte do tempo sem companhia. Porém, essa dificuldade pode ser superada com as ferramentas disponibilizadas pela instituição para a interação.

COMO ESCOLHER A MELHOR OPÇÃO?

Na hora de se decidir entre uma graduação presencial ou semipresencial, não existe uma receita que funcione para todas as pessoas. É preciso avaliar qual o curso desejado, a oferta perto da sua cidade e como você pretende encaixar essa experiência em sua rotina. O valor que se pretende investir também é um critério importante a ser avaliado.
A dica é que você faça um balanço entre as vantagens e desvantagens apresentadas neste post e reflita sobre qual modelo está mais alinhado ao seu perfil, disponibilidade e expectativas.
Poder optar por uma graduação presencial ou semipresencial é um avanço importante, pois garante que pessoas com diferentes realidades consigam conquistar o sonho do curso superior. Analise as informações destacadas e escolha o seu curso ideal.
Quer ajudar outras pessoas a entenderem as diferenças entre graduação presencial e semipresencial? Então compartilhe este post em suas redes sociais!
.
.