UVA - Universidade Veiga de Almeida

Cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Extensão

Universidade Veiga de Almeida

Ligue para a UVA (21) 2574 8888


Acesso ao Sistema

Aluno
Professor
Esqueci a senha

Início > Notícias > Meu Dentinho é feliz! promove a saúde bucal

Meu Dentinho é feliz! promove a saúde bucal

25 de agosto de 2017

Projeto leva informações e exame odontológico a crianças de escolas públicas

Os cuidados com a saúde bucal de uma criança começam desde cedo. As gestantes precisam, por exemplo, de um pré-natal odontológico para que seus bebês nasçam com um sistema bucodental saudável, já que os dentes do feto começam a se formar já na sexta semana de gravidez. Especialistas acreditam que o segredo de um adulto com os dentes saudáveis é uma criança consciente da importância do cuidado com a sua saúde bucal, dessa forma, o processo de ensino e informação aos pequeninos é de grande necessidade.

Pensando nisso, o curso de Odontologia da Universidade Veiga de Almeida (UVA) criou o projeto Meu dentinho é feliz!, que assiste crianças de escolas públicas através da prevenção e diagnósticos odontológicos. Idealizado pela professora e coordenadora do curso Beatriz Tholt, o projeto tem como principal objetivo conscientizar crianças e seus responsáveis sobre a importância da saúde bucal. Com um efetivo de trabalho voluntário de alunos de Odontologia, o projeto é realizado desde 2014.

Coordenado pela professora Renata Castanheira, o projeto conta com atividades lúdicas que proporcionam o conhecimento do mundo dental para as crianças. O personagem Dentinho Feliz mostra aos pequenos a importância de uma escovação bem-feita, cuidados com a cavidade bucal e como isso interfere na prevenção de doenças odontológicas.

Nem sempre, os responsáveis pelos pacientes estão presentes, já que muitas vezes o projeto vai até as escolas ou elas vêm até a universidade. No entanto, a cooperação dos pais é algo de extrema necessidade para a saúde de uma criança. Por isso, quando presentes, o projeto oferece, também, palestras de conscientização aos responsáveis. “Os pais são os principais fornecedores de açúcar às crianças, por isso é preciso envolvê-los também, dando informações sobre a higiene, para que doenças bucais possam ser evitadas”, diz Renata.


Texto produzido por Mariah Freitas, do Laboratório de Comunicação Corporativa