UVA - Universidade Veiga de Almeida

Cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Extensão

Universidade Veiga de Almeida

Ligue para a UVA (21) 2574 8888


Acesso ao Sistema

Aluno
Professor
Esqueci a senha

Início > Notícias > Brasil dá o primeiro passo na Década da Nutrição

Brasil dá o primeiro passo na Década da Nutrição

07 de junho de 2017

O país foi pioneiro em criar metas específicas para a plano de ações da ONU

Depois de ter sugerido a criação da Década de Ação em Nutrição, que consiste em ter nos próximos dez anos - até 2015 -, foco em problemas nutricionais, o Brasil foi o primeiro país a efetivamente criar metas para solucionar esses problemas. As propostas foram apresentadas pelo Ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante a 70ª Assembleia Mundial da Saúde, realizada em maio deste ano, em Genebra.

A primeira das metas apresentadas é a de deter o crescimento da obesidade na população adulta, que atualmente está em 20,8%, por meio de políticas de saúde e saneamento. “Nosso desafio é incentivar as pessoas a adotarem uma alimentação correta, como descascar mais e desembalar menos”, destaca o ministro.

Dentre as medidas apresentadas, a de reduzir o consumo de bebidas açucaradas em um país que consome, em média, 15 milhões de litros de refrigerante por dia, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), parece ser a mais complicada. “Essa é a meta mais audaciosa, na minha opinião, pelo que tenho observado da experiência de outros países que implementaram medidas para frear esse consumo”, comenta Amanda Franco, professora do curso de Nutrição da Universidade Veiga de Almeida (UVA).

Além do foco no consumo de certos alimentos, parte da proposta inclui a redução do preço de alimentos frescos, crédito para a agricultura familiar e benefícios para pessoas de baixa renda, facilitando assim a compra e consumo de alimentos frescos.

Amanda Franco destaca também os profissionais de Nutrição como grandes aliados no alcance das metas propostas. “Os desafios impostos são muitos e exigem ações integradas, cabendo ao nutricionista ser o protagonista desse processo”.  O nutricionista está inserido principalmente nos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF), tendo como atribuições a capacitação de profissionais da saúde, que atuarão orientando os pacientes sobre todas as medidas necessárias para, não só alcançar as metas, bem como melhorar a saúde dos brasileiros.


Texto produzido por Carolina Araujo, do Laboratório de Comunicação Corporativa