UVA - Universidade Veiga de Almeida

Cursos de Graduação, Pós-Graduação, Mestrado e Extensão

Universidade Veiga de Almeida

Ligue para a UVA (21) 2574 8888


Acesso ao Sistema

Aluno
Professor
Esqueci a senha

Início > Notícias > Apae recebe equipamentos confeccionados por alunos de Fisioterapia da UVA

Apae recebe equipamentos confeccionados por alunos de Fisioterapia da UVA

06 de abril de 2017

 Materiais alternativos são usados em peças para reabilitação neurológica

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Cabo Frio recebeu, nesta quinta-feira, dia 6, a visita de estudantes do curso de Fisioterapia da Universidade Veiga de Almeida (UVA). O grupo, acompanhado da professora Juliana Bittencourt Marques, entregou diversos artigos confeccionados para as aulas da disciplina Psicomotricidade e Fisioterapia Neurofuncional II, todos com materiais alternativos.

A diretora da Apae, Sônia Maria Soares, agradeceu a iniciativa e destacou que os equipamentos serão muito úteis, sendo utilizados na sala de recursos e de fisioterapia. Sônia enfatizou que essa tomada de consciência da responsabilidade social dos profissionais estimulada na academia é fundamental para criar uma nova realidade do mercado de trabalho, com prestadores de serviço que além do salário, almejam transformar a realidade. “É um orgulho recebe-los”, enfatizou.

O fisioterapeuta Marcos Campos, que trabalha na instituição há dez anos, ressalta que pelo custo, as órteses - dispositivos prescritos por médicos em caso de acidentes, doenças do sistema locomotor ou sistemas de sustentação - e próteses não são acessíveis para todo mundo e o material adaptado também traz os resultados esperados. Ele lembra que seu trabalho de conclusão de curso teve como tema as órteses adaptadas, justamente pela preocupação de gerar possibilidades para as pessoas que não teriam acesso aos equipamentos de ponta.

Aprendizado

Professora Juliana conta que a ideia surgiu depois de uma visita à Rede Sarah, referência internacional em reabilitação. “O fisioterapeuta nem sempre terá equipamentos com alta tecnologia a sua disposição para realizar o trabalho. A ideia era mostrar que equipamentos alternativos podem gerar os mesmos benefícios”, destaca.

Alan de Andrade, do 7º período, ficou emocionado com a entrega dos materiais, pois tem uma irmã com Síndrome de Down e acompanhou boa parte da sua infância e adolescência dentro de uma Apae. Ele conta que quando soube que os equipamentos seriam utilizados por outras pessoas, se esforçou para torná-los funcionais. O trabalho também foi um grande aprendizado para a colega Aline Louise Santos. “Temos que aproveitar as oportunidades. É uma realidade que eu desconhecia”, diz.

Um painel com maçanetas, chaves, tampinha de garrafa pet é um dos produtos. Ele serve para treinar funções do dia a dia, como abrir uma porta ou uma garrafa. Equipamentos que ajudam os pacientes a ficar em pé, na transferência da cadeira para a cama e a caixa espelho também foram confeccionados. Além da Apae, a clínica-escola de Fisioterapia da UVA foi contemplada com os equipamentos feitos pelos estudantes.

fotos da galeria